Depoimentos

Nélida Piñon



Arnaldo Niskier não tem medo de viver “Digo sempre a Arnaldo Niskier que ele é um imigrante, como eu. Pelo espírito de luta, pela obstinação, pela extraordinária capacidade de entender e amar os da casa, os que formam a grei brasileira. “Afirmo que Niskier, como eu o chamo na intimidade do afeto, ama o Brasil como poucos. Ama a família, o trabalho, a educação brasileira, de que é mestre. É também um apaixonado defensor da nossa Academia Brasileira de Letras, de que foi presidente, e que jamais abandona não importa o que esteja fazendo, que alta função ocupe.

 

“Admiro-lhe, sobretudo, a sabedoria colocada a serviço da educação brasileira. Por ela, sobe a tribuna, escreve livros, tornou-se um dos maiores educadores do nosso país. Sua voz ecoa em nome desta causa superior. Cumpre com valentia o dever de professor e de brasileiro. “Considero-o um amigo, pronto a animar-me, quando faz falta. Para dizer-me o que preciso ouvir. Ele é delicado, comigo e com os subalternos. Uma qualidade que aprecio e considero rara.
 
 
Gosto de vê-lo ao lado da sua Ruth, companheira de vida. E outro detalhe relevante: conserva intacta a juventude. Não tem medo de viver, de fazer projetos, levado pela convicção de que terá toda uma vida para pô-los em marcha.”
  • Twitter - Arnaldo Niskier