Crônicas

Prêmio de responsabilidade Social
Arnaldo Niskier

Num ambiente de grande alegria, na sede da Associação Comercial do Estado do Rio de Janeiro, foram entregues os Prêmios de Responsabilidade Social, iniciativa do CIEE/RJ, que este ano contou com a presença de representantes de outros Estados. Explica-se a alegria: por coincidência, a data de entrega foi muito próxima de um grande feito, que foi a concessão dos Cebas(Certificados de Entidades Beneficentes de Assistência Social) por parte do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome ao CIEE do Rio de Janeiro, depois de uma luta de esclarecimentos durante cerca de quatro anos.
 
Como disse na ocasião, tornou-se valioso pretexto para ampliar os serviços da entidade, que hoje atende no Rio de Janeiro a 31 mil estagiários e cerca de 7 mil aprendizes legais, ambas as vertentes em fase de acentuado crescimento. Os seus programas estão se expandindo em todo o Estado, notadamente os Serviços de Aprendizagem, Acompanhamento e Capacitação de Parcerias com mais de 3 
mil empresas fluminenses). São vários os seus programas como o Desenvolvendo Pessoas, Inclusão Digital, Pessoas com Deficiência (PcD), Mais, Juventude Protagonista, Atividade Idade, Skills for Life, Integração ao Trabalho, além dos cursos comportamentais desenvolvendo talentos. Têm sido realizados igualmente seminários, como o Em Defesa da Amazônia, Pessoas com Deficiência, Sustentabilidade em Foco e Aprendendo a escrever na internet, além de encontros socioeducativos, em que são abordados problemas da infância, adolescência, juventude e família, todos com grande comparecimento e muito sucesso.
 
Este ano, o Prêmio de Responsabilidade Social, sempre em número de três (desde o início, há sete anos), foi concedido ao Instituto Embratel Claro(na pessoa do seu presidente Luiz Bressan), Grupo Gol Mobile (para o seu criador, publicitário Jonas Suassuna) e Rotary Club de São Cristóvão, recebido pela sua presidente Lúcia Vitagliano. O primeiro dos prêmios levou em conta o que faz o Instituto no projeto Gente Capaz, que desde 2006 promove o desenvolvimento e empregabilidade de pessoas com deficiência, buscando inserir novos profissionais na empresa.
 
Já o prêmio para Jonas Suassuna foi especialmente em virtude do vitorioso projeto da Nuvem de Livros, que conta com a adesão de cerca de 2 milhões de assinantes. Sucesso que a Gol Mobile comemora muito. E o terceiro prêmio tem um significado especial: foi um grupo de associados do Rotary Club de São Cristóvão que, há 50 anos, criou o que viria a ser o CIEE/RJ.
 
Afirmamos, na solenidade, que o CIEE completa meio século de profícua existência. O Cebas permite a formalização de convênios com órgãos públicos para desenvolvimento de atividades assistenciais e garante isenções fiscais. Com isso, é possível estimar um crescimento ainda mais acelerado, prevendo-se alcançar o número de 50 mil assistidos até meados do próximo ano. Quem mais ganha com isso é a sociedade brasileira, que conta com um programa de rara inspiração.
  • Twitter - Arnaldo Niskier
  • Facebook - Arnaldo Niskier
  • Orkut - Arnaldo Niskier