Crônicas

Um projeto vitorioso
Arnaldo Niskier

De início, a onda avaliativa do MEC  foi vista com alguma desconfiança.  Erros cometidos, que são humanos, serviram para corroborar  a  visão de que seria impossível  avaliar um sistema de milhões de participantes.  Hoje, até  recalcitrantes reconhecem que era preciso conhecer melhor o conteúdo da educação brasileira, para alcançar a etapa seguinte que é a do aperfeiçoamento desejado.
 
Dentro desse universo, houve algumas surpresas, umas  boas e outras  más.  No caso  do Colégio de São Bento, por exemplo, que  é o primeiro do ranking, ninguém tinha dúvida de que isso aconteceria.  Trata-se de uma escola centenária, com uma perfeita adequação aos tempos modernos, embora  persista na visão humanística dos seus fundadores.
 
Como educador, com 60 anos de prática, quero lhes falar sobre uma  jovem instituição, que acompanhei desde os primeiros passos, há cerca de 20 anos, quando criou os seus  primeiros cursos de Informática.  Instalou-se na sede do antigo Colégio São Pedro de Alcântara, em Botafogo (RJ), e logo se caracterizou pela seriedade do trabalho pedagógico, o que lhe garantiu um crescimento muito bem sedimentado.
 
Foi para outras instalações, no bairro do Catete, e ali conheceu uma expansão comedida, com novos cursos autorizados pelo MEC.  E chegou depois ao prédio em que  funcionou o Centro de Processamento de Dados do Banco Nacional, inteiramente  retrofitado para se transformar num confortável Centro  Universitário, hoje com cerca de 7 mil alunos, no câmpus da Avenida Paulo de Frontin, 568, no Rio Comprido, além da bem sucedida filial do Meier.
 
 Trata-se da Unicarioca, onde a qualidade do ensino é uma obsessão de dirigentes e professores, como se pode verificar em qualquer conversa com os seus alunos, como já tive o ensejo de fazer.  Nunca foi mais oportuna a expressão corrente de que “eles vestem a camisa da instituição”, sinal claro  de que estão felizes com o que lhes  é oferecido, nas turmas sucessivas  já formadas.
 
Este registro se faz com fundamento em recentíssimas avaliações do MEC.  Foi uma explosão de alegria quando saiu a nota 5(é a máxima) para o seu curso de Pedagogia.  Pouquíssimas escolas superiores, no país, alcançaram  esse conceito na formação de professores e especialistas.  Justificou-se  assim, plenamente, o choro emocionado de alguns dos seus professores, como vi acontecer com a renomada educadora Lúcia Venina de Almeida, logo após o anúncio do resultado oficial.
 
Depois, outra alegria: a nota 4 no curso de Ciências Contábeis, campo essencial para uma cidade, como o Rio, que tem mais de 70% da sua economia com base na prestação de serviços.  A Unicarioca é um projeto vitorioso.  Merece conceito A.  Os egressos deste  modelar  Centro Universitário saem bem formados e praticamente são absorvidos de imediato pelo mercado de trabalho.  Querem coisa melhor ?
  • Twitter - Arnaldo Niskier
  • Facebook - Arnaldo Niskier
  • Orkut - Arnaldo Niskier