Crônicas

O pensamento medieval
Arnaldo Niskier



Filósofo, homem de Estado e poeta latino, nasceu em Roma (480-524), ministro de Teodorico, o Grande, autor da “Consolidação Filosófica”. É o filósofo do pensamento medieval. Traduziu o “Organon” da lógica de Aristóteles, que se tornou o modelo do pensamento medieval, a mãe da filosofia Escolástica, que treinou a intelectualidade européia para o raciocínio e a autileza. Assim construiu a terminologia da ciência moderna.

Lógica é a arte e o método do pensamento correto. É o método de toda ciência, de toda disciplina e de todas as artes. É uma ciência porque o pensamento pode ser reduzido a regras como as que se encontram na física e na geometria, mas também na música, como no trabalho de um pianista, quando extrai do seu instrumento as harmonias sem esforço.

Segundo Aristóteles, o hábito de alterar levianamente as leis é um mal; e quando a vantagem da mudança é pequena, é melhor enfrentar certos defeitos, quer da lei, quer do governante, “com tolerância filosófica”. O cidadão irá ganhar menos com a mudança do que perderia, no adquirir o hábito da desobediência. Continuamos com o pensamento de Aristóteles: “Não desprezamos a experiência do passado. Não há dúvida de que ao longo de todos esses anos essas coisas, se fossem boas, não teriam continuada desconhecidas.”

Anício Mânlio Torquato Severino Boécio nasceu em Roma. Foi um filósofo, poeta, estadista e teólogo. Suas obras tiveram grande influência na civilização cristã. É um dos fundadores da Escolástica, pertencendo à escola neoplatônica. Notabilizou-se pela tradução e comentário do “Isagoe”, texto influente do período medieval. Fez o mesmo com o “Organon” de Aristóteles. Foi um teórico da música de antiguidade clássica greco-latina, as revendo a obra “De institutione musica”, com base em antigos escritos gregos. Foi acusado de traição a favor do império bizantino.

Acusado de magia, foi preso e condenado à morte. Na prisão escreveu a sua grande obra, em que aborda o conceito de eternidade e no qual visa a demonstrar que a procura da sabedoria e do amor de Deus é, a verdadeira fonte da felicidade. A Igreja Católica Romana o considera santo.

  • Twitter - Arnaldo Niskier