Crônicas

Homenagem a Cecília Beatriz
Arnaldo Niskier

São muitos anos de dedicação total às plantas ou ao verde de modo geral. A vida da paisagista Cecília Beatriz da Veiga Soares tem sido de absoluta coerência, que acompanho de perto há mais de 50 anos. Ela ama as plantas, como demonstra no sítio de Areal, no interior fluminense, que tive o privilégio de visitar demoradamente, em companhia do seu marido, o querido Carlinhos, torcedor apaixonado do América Futebol Club, objeto igualmente de minha paixão.

Com a perda do Carlinhos, a sua dedicada filha Helô tomou o lugar do pai e passou a ajudar a mãe nas atividades da Cecília, que se estenderam ao Jardim Botânico do Rio de Janeiro, que toma boa parte do seu precioso tempo. É um trabalho de valorização das plantas e que tem um significado inestimável. Muitos jardins que embelezam casas de campo do Rio de Janeiro têm origem nessas atividades da Cecília Beatriz.

Assisti em Teresópolis ao encontro da minha esposa Ruth com a Cecília Beatriz. Esta fez uma pergunta essencial: “Você quer o colorido das flores em que épocas do ano? “Ruth não se fez de rogada; “Quero o meu jardim colorido o ano inteiro.” Foi tarefa que a paisagista cumpriu com a sua costumeira competência. E assim temos um lindíssimo trabalho, decorridos 40 anos.

Há um conjunto variado de plantas e flores, com o revezamento de ipês amarelos e roxos, helicônias, agapantos, a perfumada véu de noiva, bluets, bicos de papagaio, rosas brancas e vermelhas, margaridas, entre outras variedades, que asseguram ao jardim de casa Arcas um permanente colorido, além de um perfume característico.

Cecília Beatriz não esqueceria de dar vida a uma bela coleção de árvores frutíferas, com destaque para gostosuras como caquis, jabuticabas, tangerinas, abacates e outras que se dão bem com o clima da serra teresopolitana. É uma festa para os olhos quando nos deparamos com as árvores floridas, como acontece com as doces jabuticabas, uma vez por ano. Esse festival de bom-gosto é uma das grandes atrações daquele local privilegiado que contou com os famosos cursos de paisagismo, numa impecável parceria da Cecília Beatriz com o arquiteto e meu amigo Sérgio Rodrigues.

  • Twitter - Arnaldo Niskier
  • Facebook - Arnaldo Niskier
  • Orkut - Arnaldo Niskier