Crônicas

As Profissões do Futuro
Arnaldo Niskier



Teremos em 2022 muitas novidades na educação, sobretudo no que se refere ao ensino médio. Há profissões em alta e isso está sendo oferecido aos jovens, em todo o país. O comércio e as indústrias, de modo geral, abraçaram os processos de inovação e desenvolvimento tecnológico. Como resultado, todas as profissões têm absorvido o impacto da tecnologia nas relações de trabalho e demandam amadurecimento e  maior entendimento das ferramentas digitais disponíveis.
 
O mercado de trabalho vem se transformando há alguns anos, e a pandemia ajudou a potencializar esse processo.  É preciso, cada vez mais, buscar o conhecimento disponível na área que se deseja trabalhar. Há muitos cursos gratuitos que são válidos, on-line ou presenciais. Vale lembrar: falar inglês é essencial. Além disso, quando conseguir uma vaga, é fundamental que o interessado se mostre proativo e ágil.
Os especialistas listam  algumas áreas que serão destaque neste ano, como Enfermagem, Marketing (analista, especialista) e Mídia (mídias sociais com experiência em marketing digital, inovação e performance). É preciso se preparar para estar à altura da concorrência pelas oportunidades.
 
Entre as carreiras em alta, estão a de “Analista martech", responsável por estabelecer a integração entre a Tecnologia e o Marketing, aliando as demandas de Vendas e Marketing da empresa às melhores tecnologias a favor desses setores.
Outra carreira promissora é a de “Líder de live streaming”, cuja função é garantir o bom funcionamento das transmissões ao vivo e coordenar equipes dedicadas a entregar transmissões de qualidade para o público.
Mais uma atividade que vem se despontando é o “Piloto de drone”, responsável pelo controle da máquina para a produção de imagens e fotos aéreas, inspeções de estruturas, monitoramento agrícola, segurança pública etc.
 
Na área de Recursos Humanos, tem sido essencial a função de “Análise de pessoas” (People analytics), função responsável pelo processo de coleta, análise e geração de insights baseados em dados para a gestão de pessoas em empresas, e os “Especialistas em DEI”,  responsáveis pelo planejamento, execução e monitoramento de estratégias que tenham como foco a inclusão das pessoas nas empresas.
 
Em tecnologia, não faltam opções, como “Arquiteto de soluções”,  responsável pelo desenvolvimento, adequação e integração de novas soluções personalizadas aos processos já existentes nas organizações.
 
Enfim, é preciso conhecer as novas profissões e verificar quais são os requisitos para exercer os cargos disponíveis.
  • Twitter - Arnaldo Niskier